Treinamento inicial de osteopata

Geral

Descrição do programa

O currículo

O treinamento preparatório para um osteopata segue o cronograma para o ensino superior. Cada ciclo incorpora avaliações regulares de aquisição de conhecimento. O treinamento está em conformidade com os padrões da OMS (Organização Mundial da Saúde) e com os padrões europeus.

Métodos de ensino

O ESO tem uma plataforma técnica de primeira classe. Auditórios, anfiteatros, salas de aula e laboratórios, unidade de pesquisa aplicada e centro de documentação computadorizada, clínica osteopática integrada compõem um conjunto de recursos materiais de mais de 5000 metros quadrados.

Programa e cursos

O ESO Paris é uma escola de osteopatia diferente das outras. A escola é acessível a todos, independentemente do setor ou do bacharelado.

Integrar a formação inicial é possível na admissão clássica para graduados do ensino médio, bem como na admissão paralela para profissionais de saúde ou estudantes de medicina que desejam se reorientar. Dependendo do perfil, os cursos oferecidos são diferentes e adaptados às necessidades de cada um.

O treinamento inicial para osteopatas é para portadores de diplomas de bacharel ou equivalente. O treinamento acontece em dois ciclos, distribuídos em cinco anos de treinamento, no final dos quais os estudantes obtêm um grau de osteopatia (RNCP nível I, bandeja 5) reconhecido pelo Estado. Abaixo estão os programas de cada ano.

1 programa de ciclo

O currículo do ciclo é distribuído por três anos, em 2900 horas para aprender os fundamentos do ser humano, médicos e filosóficos Ciências da Saúde aplicada a osteopatia. Objetivo: integrar o conhecimento necessário para o entendimento e a exploração do corpo humano.

Primeiro ano

1 - Ciências básicas

  • 1.1: Biologia Celular
  • 1.3: Histologia - Embriologia - Genética
  • 1.4: Biofísica e biomecânica
  • 1.5: Anatomia e fisiologia geral
  • 1.6: Anatomia e fisiologia do sistema nervoso
  • 1.7: Anatomia e fisiologia do sistema musculoesquelético
  • 1.8: Anatomia e Fisiologia do Sistema Cardiovascular e Respiratório
  • 1.9: Anatomia e fisiologia dos sistemas digestivo, endócrino, geniturinário
  • 1.10: Anatomia e fisiologia dos sistemas tegumentar e sensorial

4 - Osteopatia: fundamentos e modelos

  • 4.1: Os modelos conceituais de osteopatia

5 - Prática osteopática

  • 5.1: Anatomia Palpatória
  • 5.2: palpação osteopática
  • 5.5: Meios de Diagnóstico de Aprendizagem, Tratamentos Osteopáticos e Técnicas Apropriadas - Região do Apendice Inferior
  • 5.6: Meios de Diagnóstico de Aprendizagem, Tratamentos Osteopáticos e Técnicas Apropriadas - Região Lombi-Pélvica-Abdominal
  • 5.8: Meios de Diagnóstico de Aprendizagem, Tratamentos Osteopáticos e Técnicas Apropriadas - Região do Apêndice Superior
  • 5.9: Aprendizagem de ferramentas de diagnóstico, tratamentos osteopáticos e técnicas adequadas - região cérvico-cefálica

6 - Métodos e ferramentas de trabalho

  • 6.4: Metodologia de comunicação escrita e oral - métodos de trabalho

Treinamento de prática clínica

Projetar e construir um projeto de intervenção osteopática

2º ano

1 - Ciências básicas

  • 1.2: Hematologia - Imunologia
  • 1.4: Biofísica e biomecânica
  • 1.6: Anatomia e fisiologia do sistema nervoso
  • 1.7: Anatomia e fisiologia do sistema musculoesquelético
  • 1.8: Anatomia e Fisiologia do Sistema Cardiovascular e Respiratório
  • 1.9: Anatomia e fisiologia dos sistemas digestivo, endócrino, geniturinário

2 - Semiologia das alterações no estado de saúde

  • 2.3: Infectologia
  • 2.5: Semiologia dos distúrbios do sistema musculoesquelético
  • 2.6: Semiologia das Doenças Cardiovasculares e Respiratórias

3 - Ciências Humanas, Ciências Sociais, Gestão

  • 3.1: Psicologia e psicossomática

4 - Osteopatia: fundamentos e modelos

  • 4.2: As bases dos diagnósticos e tratamentos osteopáticos
  • 4.3: Raciocínio osteopático e abordagem clínica

5 - Prática osteopática

  • 5.1: Anatomia Palpatória
  • 5.2: palpação osteopática
  • 5.3: Métodos e meios de diagnóstico de oportunidade
  • 5.6: Meios de Diagnóstico de Aprendizagem, Tratamentos Osteopáticos e Técnicas Apropriadas - Região Lombi-Pélvica-Abdominal
  • 5.7: Aprendizagem de Meios Diagnósticos, Tratamentos Osteopáticos e Técnicas Apropriadas - Região Toracoescapular
  • 5.8: Meios de Diagnóstico de Aprendizagem, Tratamentos Osteopáticos e Técnicas Apropriadas - Região do Apêndice Superior
  • 5.9: Aprendizagem de ferramentas de diagnóstico, tratamentos osteopáticos e técnicas adequadas - região cérvico-cefálica
  • 5.12: Gestos e atendimento de emergência

Treinamento de prática clínica

3º ano

1 - Ciências básicas

  • 1.6: Anatomia e fisiologia do sistema nervoso

2 - Semiologia das alterações no estado de saúde

  • 2.2: Exames para-clínicos
  • 2.4: Semiologia das doenças do sistema nervoso
  • 2.5: Semiologia dos distúrbios do sistema musculoesquelético
  • 2.7: Semiologia das doenças dos sistemas digestivo e endócrino
  • 2.8: Semiologia das doenças do aparelho geniturinário
  • 2,15: Dor

3 - Ciências Humanas, Ciências Sociais, Gestão

  • 3.1: Psicologia e psicossomática
  • 3.2: Sociologia geral e sociologia da saúde
  • 3.3: Saúde pública

4 - Osteopatia: fundamentos e modelos

  • 4.3: Raciocínio osteopático e abordagem clínica

5 - Prática osteopática

  • 5.3: Métodos e meios de diagnóstico de oportunidade
  • 5.4: Implementação de técnicas de diagnóstico e testes em diferentes situações
  • 5.5: Meios de Diagnóstico de Aprendizagem, Tratamentos Osteopáticos e Técnicas Apropriadas - Região do Apendice Inferior
  • 5.6: Meios de Diagnóstico de Aprendizagem, Tratamentos Osteopáticos e Técnicas Apropriadas - Região Lombi-Pélvica-Abdominal
  • 5.7: Aprendizagem de Meios Diagnósticos, Tratamentos Osteopáticos e Técnicas Apropriadas - Região Toracoescapular
  • 5.9: Aprendizagem de ferramentas de diagnóstico, tratamentos osteopáticos e técnicas adequadas - região cérvico-cefálica
  • 5.10: Relacionamento e comunicação em um contexto de intervenção osteopática
  • 5.11: Diagnóstico de oportunidade: conduta a ser realizada em consulta

6 - Métodos e ferramentas de trabalho

  • 6.1: Metodologia de pesquisa documental e análise de artigos
  • 6.5: Inglês científico e profissional

7 - Desenvolvimento de Competências

  • 7.3: Realizar uma intervenção osteopática e conduzir uma relação em um contexto de intervenção osteopática

Treinamento de prática clínica

Programa de 2 ciclos

O acesso ao ciclo 2 é reservado para estudantes que possuem unidades de ensino de final de 1 ciclo. O programa de 2 ciclos está distribuído por 2 anos, pouco mais de 1.900 horas.

Primeiro ano

2 - Semiologia das alterações no estado de saúde

  • 2.1: Farmacologia Geral
  • 2.2: Exames para-clínicos
  • 2.4: Semiologia das doenças do sistema nervoso
  • 2.9: Semiologia das afecções dos sistemas tegumentar e sensorial
  • 2.10: Semiologia de doenças dos sistemas imunológico e hematológico
  • 2.11: Semiologia das condições psiquiátricas
  • 2.12: Semiologia das condições pediátricas

3 - Ciências Humanas, Ciências Sociais, Gestão e Direito

  • 3.1: Psicologia e psicossomática

4 - Osteopatia: fundamentos e modelos

  • 4.3: Raciocínio osteopático e abordagem clínica

5 - Prática osteopática

  • 5.4: Implementação de técnicas de diagnóstico e testes em diferentes situações
  • 5.11: Diagnóstico de oportunidade: conduta a ser realizada em consulta

6 - Métodos e ferramentas de trabalho

  • 6.2: Metodologias de pesquisa e avaliação osteopática
  • 6.5: Inglês científico e profissional

7 - Desenvolvimento das habilidades do osteopata

  • 7.1: Avaliar uma situação e desenvolver um diagnóstico osteopático
  • 7.2: Projetando e conduzindo um projeto de intervenção osteopática

Treinamento de prática clínica

2º ano

2 - Semiologia das alterações no estado de saúde

  • 2.13: Semiologia de infecções geriátricas
  • 2.14: Semiologia das afeições do atleta
  • 2.16: Dietética e Nutrição

3 - Ciências Humanas, Ciências Sociais, Gestão e Direito

  • 3.4: Legislação
  • 3.5: Ética e Ética
  • 3.6: Gerenciamento

6 - Métodos e ferramentas de trabalho

  • 6.3: Metodologia de análise da prática profissional
  • 6.5: Inglês científico e profissional

7 - Desenvolvimento de Competências

  • 7.4: Analise e desenvolva sua prática profissional
  • 7.5: Prepare uma instalação profissional

Treinamento de prática clínica

memória

Última actualização Julho 2019

Sobre a instituição de ensino

L’École Supérieure d’Ostéopathie naît en avril 1990 à l’initiative de son actuel Président & Directeur d’Études Roger CAPOROSSI, ostéopathe diplômé de la Société d’Enseignement, d’Études & de ... Leia mais

L’École Supérieure d’Ostéopathie naît en avril 1990 à l’initiative de son actuel Président & Directeur d’Études Roger CAPOROSSI, ostéopathe diplômé de la Société d’Enseignement, d’Études & de Recherches des Techniques Ostéopathiques, expert en matière de formation et de pratiques liées à cette discipline. Ler Menos